EUA criticam fuzileiros que urinaram em corpos de talebãs

Secretrio de Defesa dos Estados Unidos considerou "absolutamente desprezvel" o vdeo amplamente divulgado na internet, que mostra quatro soldados americanos urinando sobre os corpos de combatentes do Taleban

EUA criticam fuzileiros que urinaram em corpos de talebãs
EUA criticam fuzileiros que urinaram em corpos de talebãs (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta, considerou "absolutamente desprezível" o vídeo que mostra quatro fuzileiros navais norte-americanos urinando sobre os corpos de combatentes do Taleban. Panetta telefonou para o presidente Hamid Karzai para dizer que considera a conduta deplorável.

Funcionários do Pentágono disseram que ficaram satisfeitos tanto com o comunicado do Taleban, de que o incidente não deve prejudicar as conversações de paz, quanto com a reação de Karzai ao telefonema de Panetta.

Funcionários da Defesa disseram que Karzai disse a Panetta que ele apreciou a ligação e que ficou animado com a forte e rápida reação dos Estados Unidos ao incidente.

Os militares trabalham para determinar a autenticidade e a origem do vídeo, que foi publicado no YouTube, mas funcionários disseram que ele parece ser real.

Em comunicado divulgado pelo Pentágono, Panetta disse que ordenou que o comando militar e o Corpo de Fuzileiros Navais que "investiguem completa e imediatamente" o incidente.

O comunicado de Panetta, divulgado nesta quinta-feira diz que "esta conduta é totalmente inapropriada para membros do Exército dos Estados Unidos", acrescentando que o incidente "não reflete os padrões e valores que nossas Forças Armadas juram defender".

O secretário prometeu que "os envolvidos em tal conduta serão totalmente responsabilizados". As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email