EUA enviam bombardeiros estratégicos para península coreana

Estados Unidos decidiram enviar dois bombardeiros estratégicos B-1 para a península da Coreia, onde farão manobras com as forças aéreas sul-coreanas; envio dos bombardeiros acontece após a confirmação da morte do estudante americano Otto Warmbier, detido pela Coreia do Norte no ano passado e repatriado na semana passada em coma para os Estados Unidos; última vez que os Estados Unidos enviaram bombardeiros B-1 para a península coreana foi no dia 29 de maio, horas depois do regime norte-coreano lançar um míssil balístico durante um teste

Bombardeiros estratégicos B-1 dos Estados Unidos (EUA) são enviados à península coreana
Bombardeiros estratégicos B-1 dos Estados Unidos (EUA) são enviados à península coreana (Foto: Paulo Emílio)

Agência Brasil - Os Estados Unidos decidiram hoje (20) enviar dois bombardeiros estratégicos B-1 para a península da Coreia, onde farão manobras com as forças aéreas sul-coreanas, segundo disse à aAgência de notícias EFE um porta-voz de Defesa, em Seul.

Os B-1 executarão exercícios com dois caças F-15K das forças aéreas sul-coreanas, explicou o porta-voz, detalhando que são "manobras programadas com regularidade".

Apesar da afirmação, o envio dos bombardeiros a partir da base aérea americana Andersen, na ilha de Guam, acontece após a confirmação da morte do estudante americano Otto Warmbier, detido pela Coreia do Norte no ano passado e repatriado na semana passada em coma para os Estados Unidos na Coreia do Norte.

O regime norte-coreano diz que Warmbier sofreu um surto de botulismo, após ele tomar um comprimido para dormir e que não voltou a acordar, versão que seus familiares questionam.

A última vez que os Estados Unidos enviaram bombardeiros B-1 para a península coreana foi no dia 29 de maio, horas depois do regime norte-coreano lançar um míssil balístico durante um teste.

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247