EUA estudam controle maior sobre armas

Grupo de trabalho na Casa Branca será liderado pelo vice-presidente Joseph Biden e estudará medidas para restringir a compra de armas. Além disso, a lei vai ficar mais dura para quem portar armas perto de escolas. Americanos continuam protestando contra os assassinatos em série

EUA estudam controle maior sobre armas
EUA estudam controle maior sobre armas (Foto: Cliff Owen)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Reuters - A Casa Branca está se focando muito mais em uma abordagem ampla para restringir a violência com armas nos Estados Unidos do que em simplesmente reestabelecer a proibição de armas de assalto e de alta capacidade, informou o Washington Post neste domingo.

Um grupo de trabalho liderado pelo vice-presidente Joseph Biden tem considerado seriamente medidas que poderiam exigir uma verificação de antecedentes para compradores de armas e rastrear o movimento e vendas de armas por meio de um banco de dados nacional, afirmou o jornal.

As medidas incluiriam um reforço aos controles de saúde mental e um endurecimento das penalidades para quem portar armas perto de escolas ou emprestá-las a menores de idade, disse o Post.

O presidente Barack Obama designou Biden para o trabalho de desenhar a estratégia após o massacre na cidade de Newtown, em Connecticut, onde 20 crianças e seis adultos foram mortos em uma escola primária no mês passado.

(Reportagem de Ian Simpson e Roberta Rampton)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email