EUA: pandemia, economia e racismo são temas da Convenção Democrata

A Convenção Nacional do Partido Democrata começa nesta segunda-feira (17) hoje com foco nas três grandes crises que continuam a afetar os Estados Unidos: a pandemia de Covid-19, a crise econômica e a injustiça racial

Joe Biden e Kamala Harris
Joe Biden e Kamala Harris (Foto: REUTERS/Lucas Jackson)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Convenção do Partido Democrata, que tem sede em Milwaukee, Wisconsin, vai até o dia 20 de agosto, mas será em sua maior parte virtual, devido à gravidade da situação epidemiológica.

Na primeira noite, os democratas enfrentarão o trio de crises que o país vive: a pandemia fora de controle, uma economia em frangalhos e uma sociedade infectada pelo racismo sistêmico, escreveu o porta-voz da campanha de Joseph Biden, TJ Ducklo, em comunicado, informa a Prensa Latina

"Donald Trump falhou com o povo americano em todos os três", enfatizou.

A lista de oradores será aberta pelos governadores de Nova York, Andrew Cuomo, e de Michigan, Gretchen Whitmer. 

Muriel Bowser, prefeita de Washingtonn D.C. falará no segmento sobre os apelos por justiça racial. 

Bowser confrontou publicamente o presidente Donald Trump depois que manifestantes pacíficos foram removidos à força da Lafayette Square para permitir ao presidente uma sessão de fotos em frente à Igreja de St John em junho. Mais tarde, a rua foi rebatizada como "Black Lives Matter Plaza".

Por sua vez, o senador Bernie Sanders, antigo rival de Joseph Biden, e o deputado da Louisiana Cedric Richmond farão comentários sobre a economia, os trabalhadores e a justiça.

Em uma entrevista no programa 'This Week' da ABC, Sanders reconheceu que muitos de seus apoiadores não estão entusiasmados com Biden; no entanto, "acho que há uma compreensão esmagadora de que Donald Trump deve ser derrotado."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247