Mike Pence rejeita invocar 25ª emenda para destituir Trump

Em carta à presidente da Câmara, Nancy Pelosi, o vice-presidente Mike Pence pediu que "evitem ações que possam posteriormente dividir e inflamar as paixões", depois da invasão do Capitólio por extremistas estimulados por Donald Trump

Pence, Trump e Pelosi
Pence, Trump e Pelosi (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, enviou uma carta à presidente da Câmara, Nancy Pelosi, nesta terça-feira, 12, rejeitando a utilização da 25ª Emenda para retirar o presidente Donald Trump do cargo após a invasão ao Capitólio na semana passada.

A 25ª Emenda da Constituição norte-americana permitiria a destituição imediata de Trump a partir do próprio Pence (vice) e do gabinete do governo, que poderiam incapacitá-lo de continuar no poder.

"Não acredito que esse caminho seja o de maior interesse da nação ao que esteja consistente com nossa Constituição", afirmou Pence na carta a Pelosi. "Evitem ações que possam posteriormente dividir e inflamar as paixões do momento", disse o vice aos congressistas, que cogitam um impeachment de Trump. 

Ele também pede tranquilidade na transição do poder para Joe Biden. Ao contrário de Trump, Pence não afirma que houve fraude no pleito de 2020. 

"Trabalhe conosco para abaixar a temperatura e unir nosso país enquanto preparamos para empossar o presidente eleito Joe Biden como novo presidente dos EUA", concluiu. A posse ocorrerá em 20 de janeiro. 

Pelosi havia pedido a Pence uma declaração em 24 horas sobre a questão, pois com o vice recusando utilizar a emenda, o Congresso cogita realizar o impeachment de Trump já nesta quarta-feira, 13.

A tendência é que o processo de impeachment seja aprovado na Câmara, de maioria democrata. Para que perca o mandato, no entanto, mais de dois terços dos senadores devem votar a favor da cassação. Os republicanos são maioria, mas muitos elementos do partido estão insatisfeitos com Trump, principalmente após o ocorrido no Capitólio.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247