EUA prometem defender Japão da Coreia do Norte

O Japão está dentro da área de alcance dos mísseis norte-coreanos e por isso o país vem tomando precauções. No sábado, a Agência Nacional de Notícias da Coreia (KCNA) sinalizou que qualquer tentativa do Japão de abater os mísseis norte-coreanos resultaria em guerra

EUA prometem defender Japão da Coreia do Norte
EUA prometem defender Japão da Coreia do Norte
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Da Agência Lusa e da BBC Brasil

Brasília – O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, disse hoje (14) que o país está  empenhado em defender o Japão da Coreia do Norte. O representante dos EUA chegou a Tóquio após visitar a Coreia do Sul e a China. Kerry faz um giro pela Ásia para angariar apoio em meio às ameaças da Coreia do Norte de atacar a Coreia do Sul e as bases norte-americanas na região.

“Os Estados Unidos estão completamente empenhados na defesa do Japão”, disse Kerry durante coletiva de imprensa ao lado do ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão, Fumio Kishida, perante a expectativa de lançamento de um míssil pela Coreia do Norte. O secretário norte-americano, no entanto, insistiu que é necessária uma “resolução pacífica” para a situação.

O Japão está dentro da área de alcance dos mísseis norte-coreanos e por isso o país vem tomando precauções. No sábado, a Agência Nacional de Notícias da Coreia (KCNA) sinalizou que qualquer tentativa do Japão de abater os mísseis norte-coreanos resultaria em guerra.

Entre outras medidas, os japoneses instalaram um sistema americano antimísseis ao redor de Tóquio e enviaram dois navios de guerra para o mar do Japão, com ordens para abater foguetes e mísseis disparados contra o país.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247