EUA sofrem nova derrota na ONU em tentativa de impor sanções ao Irã

Organização multilateral rejeitou por falta de consenso a nova iniciativa dos Estados Unidos de impor sanções contra o país persa

Conselho de Segurança da ONU 
Conselho de Segurança da ONU  (Foto: REUTERS/Eduardo Munoz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Conselho de Segurança da ONU rejeitou na terça-feira (25) o pedido dos Estados Unidos de restabelecer as sanções contra o Irã, que foram levantadas em 2015 no âmbito do acordo internacional sobre o programa nuclear da nação persa. 

O Embaixador da Indonésia, Dian Triansyah Djani, que preside o organismo internacional em agosto, declarou durante uma reunião online que "em sua opinião não há consenso no Conselho" sobre o assunto, acrescentando que nesta situação "o presidente não está em condições de tomar medidas adicionais"

Todos os membros do Conselho, com exceção da República Dominicana, informaram ao presidente da organização que a iniciativa de impor sanções ao Irã representa uma ação ilegal, levando em consideração que Washington abandonou o acordo nuclear em 2018.

No entanto, a missão dos EUA na ONU sublinhou em um comunicado que "está em bases legais firmes para iniciar o restabelecimento das sanções" contra o Irã. “O fato de alguns membros do Conselho expressarem seu desacordo com nossa posição legal durante uma [reunião virtual] informal não tem efeito jurídico”, disse ele, segundo informa a RT.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247