EUA suspendem importação de carne do Brasil

Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) suspendeu todas as importações de carne bovina in natura do Brasil nesta quinta-feira, 22; motivo são "recorrentes preocupações sobre sanidade de produtos"; "A suspensão do USDA vai continuar até que o Ministério da Agricultura do Brasil tome medidas corretivas, as quais o USDA considera satisfatórias", de acordo com comunicado; em março, o USDA aumentou a realização de testes para a carne fresca e produtos prontos de carne do Brasil, como precaução após a operação Carne Fraca, envolvendo fiscais sanitários

Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) suspendeu todas as importações de carne bovina in natura do Brasil nesta quinta-feira, 22; motivo são "recorrentes preocupações sobre sanidade de produtos"; "A suspensão do USDA vai continuar até que o Ministério da Agricultura do Brasil tome medidas corretivas, as quais o USDA considera satisfatórias", de acordo com comunicado; em março, o USDA aumentou a realização de testes para a carne fresca e produtos prontos de carne do Brasil, como precaução após a operação Carne Fraca, envolvendo fiscais sanitários
Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) suspendeu todas as importações de carne bovina in natura do Brasil nesta quinta-feira, 22; motivo são "recorrentes preocupações sobre sanidade de produtos"; "A suspensão do USDA vai continuar até que o Ministério da Agricultura do Brasil tome medidas corretivas, as quais o USDA considera satisfatórias", de acordo com comunicado; em março, o USDA aumentou a realização de testes para a carne fresca e produtos prontos de carne do Brasil, como precaução após a operação Carne Fraca, envolvendo fiscais sanitários (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO (Reuters) - Os Estados Unidos suspenderam todas as importações de carne bovina in natura do Brasil nesta quinta-feira, devido a recorrentes preocupações sobre sanidade de produtos, afirmou o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

Em março, o USDA aumentou a realização de testes para a carne fresca e produtos prontos de carne do Brasil, como precaução após a operação Carne Fraca, envolvendo fiscais sanitários.

"A suspensão do USDA vai continuar até que o Ministério da Agricultura do Brasil tome medidas corretivas, as quais o USDA considera satisfatórias", de acordo com comunicado.

(Por Tom Polansek)

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247