EUA têm maior população pobre em 52 anos

Nada menos que 46 milhes de americanos viviam na pobreza em 2010, mostra o censo demogrfico; renda das famlias decaiu; no h poder de compra para recuperar a economia, diz pesquisadora; "luta para colocar comida na mesa"; quem diria!

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Há mais pobres nos EUA, o rendimento médio das famílias emagreceu e mais pessoas deixaram de ter seguro médico em 2010. Estas são as principais conclusões do relatório hoje divulgado pelos Census Bureau, em Washington.

O documento do governo é claro: a mais grave crise em sete décadas fez com que a taxa de pobreza nos EUA subisse dos 14,3% em 2009 para 15,1% em 2010, o nível mais alto em 17 anos. O número de pobres - 46,2 milhões - é o mais elevado desde que Census Bureau começou a elaborar as estatísticas de pobreza, há 52 anos.

No mesmo sentido, o rendimento médio familiar caiu 2,3% no último ano e o número de norte-americanos sem seguro de saúde ficou perto da marca de 50 milhões.

"As famílias estão lutando para colocar comida na mesa e não têm poder de compra suficiente para ajudar a economia a recuperar", disse Isabel Sawhill, especialista da Brookings Institution, à agência Bloomberg.

As más notícias, porém, não ficam por aqui. O relatório indica que o abrandamento da economia global, que pode atirar os EUA para a sua segunda recessão em três anos, vai tornar este cenário ainda mais negro em 2011, ano que antecede eleições.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247