Evo Morales denuncia: Brasil participou do golpe contra seu governo

O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, que sofreu um golpe de Estado em novembro de 2019, denunciou que o governo de Jair Bolsonaro foi decisivo para sua queda. “A embaixada brasileira participou do golpe de estado”, afirmou

www.brasil247.com - Evo Morales, Ernesto Araújo e Jair Bolsonaro
Evo Morales, Ernesto Araújo e Jair Bolsonaro (Foto: Reuters | Marcos Corrêa/PR)


247 - O ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, que sofreu um golpe de Estado em 2019, afirma que o governo de Jair Bolsonaro foi decisivo para sua queda. “A embaixada brasileira participou do golpe de estado”, denunciou o líder indígena em entrevista ao portal argentino Página 12, publicada nesta quarta-feira (15), após o canal revelar que foram realizados 25 voos do avião presidencial boliviano, a partir do dia seguinte ao golpe,  para várias cidades do Brasil. 

"O governo brasileiro participou totalmente do golpe. Houve a participação da embaixada brasileira em uma reunião com Mesa [Calos Mesa, ex-presidente da Bolívia], com Quiroga [Jorge Quiroga, vice-presidente da Bolívia], com Camacho [ Luis Camacho, político ligado à Santa Cruz de la Sierra, tradicional reduto opositor de Evo]. Esses personagens, juntamente com setores da Igreja Católica, deram o golpe de Estado”, revelou Evo.

Ele ressaltou que existem "documentações que mostram que eu ganhei as eleições, que não houve fraude como a  Organização dos Estados Americanos (OEA) acusou". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Morales também salientou que “Bolsonaro trabalha para os Estados Unidos”. “Os Estados Unidos dão as diretrizes e você não pode ter o controle democrático do país”, expôs. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email