CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Ex-líder taiwanês visitará a China continental de 1º a 11 de abril

Pequim opõe-se a quaisquer contactos oficiais de estados estrangeiros com Taiwan e considera indiscutível a soberania chinesa sobre a ilha

Ma Ying-jeou (Foto: REUTERS/Tyrone Siu)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Sputnik - O ex-líder taiwanês Ma Ying-jeou visitará a China continental de 1 a 11 de abril, com viagens a Pequim, províncias chinesas e outros locais incluídos na agenda, disse o porta-voz do Gabinete de Assuntos de Taiwan, Chen Binhua, na segunda-feira.

"Ma Ying-jeou, como chefe de uma delegação de jovens taiwaneses, fará uma visita às [províncias chinesas de] Guangdong e Shaanxi, bem como a Pequim e outros lugares", disse Chen, citado pela agência estatal China Central. Emissora de televisão.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

A agenda inclui a participação em diversos eventos, como uma cerimônia de adoração aos antepassados, informou a emissora. Ao mesmo tempo, nenhuma informação foi fornecida sobre se o ex-líder taiwanês manterá alguma reunião com autoridades chinesas.

"Saudamos a visita do Sr. Ma Ying-jeou à frente da delegação", acrescentou Chen.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Taiwan é governada independentemente da China continental desde 1949. Pequim vê a ilha como a sua província, enquanto Taiwan – um território com o seu próprio governo eleito – afirma que é um país autónomo, mas não chega a declarar independência. Pequim opõe-se a quaisquer contactos oficiais de estados estrangeiros com Taipei e considera indiscutível a soberania chinesa sobre a ilha.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO