CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

Fabricantes de cigarros entram na Justiça contra os EUA

Empresas alegam que imposio de imprimir imagens explcitas sobre as consequncias do tabagismo nos maos uma violao dos direitos de liberdade de expresso

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 com agências internacionais - Quatro empresas fabricantes de tabaco entraram com um processo contra o governo dos Estados Unidos. Elas consideram inconstitucional e uma violação de seu direito de liberdade de expressão a imposição de imprimir nos maços de cigarros imagens explícitas sobre as consequências do tabagismo.

As companhias denunciantes são R.J. Reynolds Tobacco Company e sua subsidiária Santa Fe Natural Tobacco Company, Inc.; Lorillard Tobacco Company, Commonwealth Brands Inc. e Liggett Group LLC., informou o jornal "The Washington Post" em sua edição digital.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Segundo R.J. Reynolds Tobacco Company e Lorillard Tobacco Company, as imagens não são apenas advertências, mas influenciam as pessoas na hora de optarem ou não em fumar. Uma das fotos mostra um cadáver, com uma cicatriz no peito, com a legenda "Aviso: Fumar pode te matar." Cerca de 1,2 mil pessoas morrem todos os dias nos Estados Unidos devido a doenças relacionadas ao tabagismo.

O órgão regulador americano espera que a introdução destes avisos tenha consequências importantes na saúde pública, reduzindo o número de fumantes. Além de salvar vidas, a expectativa é que haja redução dos custos de despesas da saúde.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO