Filho de Kadafi será enforcado na Líbia

Seif al Islam, que fazia negócios com empreiteiras brasileiras e era tratado como rei no País, será condenado à morte por enforcamento

www.brasil247.com - Filho de Kadafi será enforcado na Líbia
Filho de Kadafi será enforcado na Líbia


247 – Filho do ditador Muamar Kadafi, Seif al Islam já veio várias vezes ao Brasil, onde foi tratado com status de rei. Era ele quem comandava os negócios de empreiteiras brasileiras na Líbia. Agora, ele será condenado à morte por enforcamento. Leia, abaixo, o noticiário da Agência Brasil:

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Seif Al Islam, de 40 anos, filho do ex-presidente da Líbia Muammar Khadafi, deverá ser condenado à morte por enforcamento, informou o Tribunal Penal Internacional (TPI). Melinda Taylor, do TPI, disse que foram feitos apelos às autoridades líbias para que Islam fosse julgado pelo tribunal.

O TPI e o governo da Líbia disputam o direito de julgar Islam, preso em Zenten (a 170 quilômetros de Trípoli, capital líbia), em novembro de 2011. A disputa também envolve o ex-chefe dos Serviços Secretos Abdallah Al Senoussi, de 63 anos, extraditado da Mauritânia para a Líbia em setembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em maio, as autoridades líbias apresentaram requerimento para contestar a competência do TPI para julgar Islam, suspeito de crimes contra a humanidade. As duas partes apresentaram  argumentos e nas próximas semanas deve ser anunciada uma decisão sobre o impasse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As autoridades líbias disseram ter provas suficientes para processar Islam. O representante da Líbia no TPI, Ahmed Al Jehani, disse que Islam terá julgamento "justo e equitativo". Mas reconheceu dificuldades no processo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para Melinda Taylor, o julgamento de Islam na Líbia "não será movido pelo desejo de justiça, mas de vingança" e alertou para a possibilidade de o filho de Khadafi "definhar na prisão enquanto a Líbia tenta construir um sistema judiciário".

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email