Fillon será o candidato de direita na França

Com um terço dos votos apurados, François Fillon obteve 68,4% dos votos, contra 31,3% de Alain Juppé; Fillon, que foi primeiro-ministro durante os cinco anos da presidência de Nicolas Sarkozy, impôs-se também na primeira volta das primárias com 44,1% dos votos e posicionou-se como favorito para ser o candidato presidencial conservador

Com um terço dos votos apurados, François Fillon obteve 68,4% dos votos, contra 31,3% de Alain Juppé; Fillon, que foi primeiro-ministro durante os cinco anos da presidência de Nicolas Sarkozy, impôs-se também na primeira volta das primárias com 44,1% dos votos e posicionou-se como favorito para ser o candidato presidencial conservador
Com um terço dos votos apurados, François Fillon obteve 68,4% dos votos, contra 31,3% de Alain Juppé; Fillon, que foi primeiro-ministro durante os cinco anos da presidência de Nicolas Sarkozy, impôs-se também na primeira volta das primárias com 44,1% dos votos e posicionou-se como favorito para ser o candidato presidencial conservador (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com um terço dos votos apurados, François Fillon obteve 68,4% dos votos, contra 31,3% de Alain Juppé. Fillon, que foi primeiro-ministro durante os cinco anos da presidência de Nicolas Sarkozy, impôs-se também na primeira volta das primárias com 44,1% dos votos e posicionou-se como favorito para ser o candidato presidencial conservador.

O também ex-chefe de Governo e atual presidente da câmara de Bordéus, Alain Juppé, ficou em segundo lugar, com 28,6% dos votos. O ex-Presidente e também candidato nas primárias Nicolas Sarkozy ficou na terceira posição, com 20,7%, decidiu retirar-se da corrida e anunciou o seu apoio a Fillon.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email