Foto e áudio de Michael Jackson chocam tribunal

Iniciado ontem, julgamento do mdico do astro, Conrad Murray, ser retomado hoje; na gravao, Jackson repetia palavras sem sentido, o que segundo o promotor de acusao, seria prova de que Murray sabia das condies precrias do cantor

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O retorno do julgamento do médico Conrad Murray pela morte de Michael Jackson, iniciado na terça-feira no Tribunal Superior de Los Angeles, nos Estados Unidos, está marcado para as 8h45 desta quarta, no horário local (12h45, no horário de Brasília). O primeiro a depor será o produtor de "This is it", a turnê com a qual o rei do Pop voltaria aos palcos em 2009. Ontem, o processo começou com a apresentação de uma gravação da voz do cantor, no qual ele parece delirar por causa de remédios, de acordo com a Promotoria.

Feita pelo iPhone de Murray, em 10 de maio de 2009, a gravação mostra Jackson repetindo palavras sem sentido. "Temos que ser fenomenais. Quando as pessoas saírem deste show, quando as pessoas saírem deste show, [eles vão pensar] 'eu nunca vi nada como isso na minha vida, vai, vai, eu nunca vi nada como isso na minha vida, vai, vai. Isto é incrível, ele é o maior artista do mundo'", disse Jackson. Segundo David Walgren, o promotor da acusação, isso provaria que Murray sabia das condições precárias do cantor. Também foram mostradas fotos de Michael Jackson morto, de seu quarto e de sua cama.

Médico pessoal de Jackson, Murray administrava doses de propofol via oral e na veia do cantor nos seus dois últimos meses de vida. Ele comprava o anestésico de uso hospitalar de um farmacêutico em Las Vegas. Se for condenado pelo júri por homicídio culposo, pode pegar uma pena de até quatro anos de prisão.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247