França prossegue em seu terceiro dia de paralisação contra a reforma da Previdência

A França entra em seu terceiro dia de mobilização contra a reforma da Previdência. O transporte público protagoniza o protesto: nove das 15 linhas do metrô de Paris estão completamente fechadas neste sábado e, nas outras, o tráfego é limitado

Greve geral na França é marcada por protestos
Greve geral na França é marcada por protestos (Foto: REUTERS/Gonzalo Fuentes)

247 - A França entra em seu terceiro dia de mobilização contra a reforma da Previdência. O transporte público protagoniza o protesto: nove das 15 linhas do metrô de Paris estão completamente fechadas neste sábado e, nas outras, o tráfego é limitado.

A reportagem do portal G1 destaca que "no transporte aéreo, este sábado está sendo mais calmo do que quinta e sexta-feira: são esperados apenas atrasos e alguns atrasos, segundo a Direção Geral de Aviação Civil. Na quinta-feira (5), as manifestações reuniram cerca de 800 mil pessoas em todo o país, ou seja, mais pessoas do que nos primeiros dias dos massivos movimentos sociais de 1995, 2003 e 2010."

A materia ainda acrescenta que "a mobilização é contra um "sistema universal" de aposentadoria, que o governo planeja colocar em prática para substituir os atuais 42 regimes de aposentadoria existentes (geral, funcionários públicos, setor privado, especiais, autônomos, complementares)."

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247