Furou o isolamento? Na Alemanha, vai preso

As pessoas detidas foram multadas por resistir e insultar policiais, além de violar as regulamentações sanitárias de combate ao novo coronavírus

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik – A polícia alemã deteve 30 manifestantes em Berlim neste sábado (9) por desrespeito às regras de distanciamento social durante uma manifestação contra a paralisação durante a pandemia, disse um porta-voz da polícia local à Sputnik.

"Ao final do protesto de hoje na Praça da República, 45 pessoas foram detidas para checagem de documentos e identidades, três pessoas foram detidas na Praça Rosa Luxemburgo e 85 na Alexanderplatz", disse o porta-voz à Sputnik.

Segundo a polícia, um total de 1.700 pessoas participaram dos protestos em Berlim neste sábado. As pessoas detidas foram multadas por resistir e insultar policiais, além de violar as regulamentações sanitárias de combate ao novo coronavírus.

Mais cedo o porta-voz da polícia afirmou à Sputnik que 30 pessoas haviam sido detidas.

O protesto ao lado de fora do prédio do parlamento no centro de Berlim foi autorizado pela administração da cidade, porém apareceram mais pessoas do que o esperado. A atual legislação alemã proíbe aglomerações com mais de 50 pessoas.

Aviso sobre o novo coronavírus na frente de loja de conveniência na cidade de Muenster "Cuidado! Entre somente utilizando máscara", na Alemanha, 30 de abril de 2020

A polícia disse que os manifestantes ignoraram pedidos de manutenção de distância de pelo menos um metro e meio entre as pessoas, forçando os policiais a intervir.

A capital alemã tem assistido a várias manifestações contra o isolamento nos últimos dias. A Alemanha tem relaxado as restrições desde o final de abril, mas a oposição argumenta que a flexibilização não está acontecendo com a rapidez suficiente.

A Alemanha registra mais de 171 mil casos da COVID-19, incluindo mais de 7,5 mil mortes.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247