Golpe na Bolívia é também fundamentalista e leva bíblia para o palácio de governo

Camacho, líder do Comitê Cívico Pro Santa Cruz (leste), e Pumari, e o advogado Eduardo León, se ajoelharam diante de um imenso escudo boliviano no meio de um corredor da casa do governo, onde depositaram a carta e a Bíblia, de acordo com uma foto divulgada nas redes sociais

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Estado de Minas – O líder regional opositor boliviano Luis Fernando Camacho entregou neste domingo na sede de governo de La Paz uma carta de renúncia que pretende que o presidente Evo Morales assine e uma Bíblia, conforme havia prometido.

Acompanhado por uma multidão, Camacho entrou na sede de governo da Praça Murillo junto com o dirigente cívico de Potosí (sul) Marco Pumari, onde simbolicamente entregou a carta de renúncia para Morales e um exemplar da Bíblia.

Camacho, líder do Comitê Cívico Pro Santa Cruz (leste), e Pumari, e o advogado Eduardo León, se ajoelharam diante de um imenso escudo boliviano no meio de um corredor da casa do governo, onde depositaram a carta e a Bíblia, de acordo com uma foto divulgada nas redes sociais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email