Governo Bolsonaro será alvo de onda de protestos no mundo por desleixo com a Amazônia

O governo de Jair Bolsonaro será alvo de uma série de protestos a partir desta sexta-feira em várias localidades do mundo. Organizadas pelo movimento Fridays for Future, manifestações de estudantes e ambientalistas estão sendo programadas em dezenas de cidades no exterior

Hamilton Mourão e Jair Bolsonaro; vista aérea de área desmatada da Amazônia em Itaituba, no Pará
Hamilton Mourão e Jair Bolsonaro; vista aérea de área desmatada da Amazônia em Itaituba, no Pará (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino | REUTERS/Ricardo Moraes)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Movimentos de protesto contra o desleixo com que o governo Bolsonaro trata a Amazônia serão realizados em várias cidades do mundo a partir desta sexta-feira (28). Algumas manifestações ocorrerão diante de sedes de embaixadas e consulados brasileiros no exterior. 

O foco das manifestações será a situação da Amazônia, descrita pelo grupo Fridays for Future, organizador dos protestos, como crítica. Pelas redes sociais, locais como Milão, Lisboa, Finlândia, Turquia, Áustria e vários outros países terão um dia de manifestações por conta das políticas do governo brasileiro em relação à floresta, informa o jornalista Jamil Chade em sua coluna no UOL.

Na Alemanha, quase 20 cidades organizam eventos a partir desta sexta-feira. Na Áustria, os muros de uma catedral servirão de tela para uma projeção de imagens da floresta, informa Chade.

Na Bélgica, o foco dos protestos será o acordo entre o Mercosul e a União Europeia. As entidades Rise for Climate Belgium, Citizen Mobilization to Save Humanity, Clean Walker Belgique e outros vão protestar diante do Conselho Europeu e da Comissão Europeia para pedir que o tratado comercial seja abandonado. 

Em meados de 2019, diante dos incêndios na floresta brasileira, o governo foi alvo de duras críticas pelo mundo, obrigando a diplomacia a se mobilizar. Agora, os ativistas que lotaram ruas das principais capitais da Europa e do mundo com estudantes - no movimento conhecido como Fridays for Future - prometem focar a atenção na situação específica do Brasil.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247