Governo da Venezuela reage à invasão: Bolsonaro é responsável pelos desdobramentos

O governo venezuelano reagiu à invasão de sua embaixada em Brasília por milicianos neofascistas na madrugada desta quarta, responsabilizando o governo Bolsonaro pela segurança do corpo diplomático e funcionários. O episódio é uma das maiores vergonhas da história do Itamaraty, com repercussão mundial

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro das Relações Exteriores da Venezuela,
Jorge Arreaza, afirmou que o governo Bolsonaro é responsável pela segurança da equipe diplomática e pelas instalações da sede da embaixada venezuelana em Brasília invadida na madrugada desta quarta-feira (13) por milicianos neofascistas.

"Denunciamos que as instalações da nossa embaixada em Brasília foram invadidas pela força no início da manhã. Responsabilizamos o governo do Brasil pela segurança de nossa equipe e instalações. Exigimos respeito pela Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas ”, escreveu Arreaza no Twitter.

O chanceler ainda desmentiu a versão falsa divulgada pelos invasores e pela mídia conservadora: "A versão da direita violenta sobre deserções é absolutamente falsa".

Ele distribuiu um vídeo no qual o encarregado de Negócios da embaixada denuncia o ataque e a invasão. O deputado federal Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, convocado pelso diplomatas para ir à embaixada, aparece no vídeo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247