Governo dos EUA transfere 1.600 soldados das Forças Armadas para os arredores de Washington

As tropas encontram-se em "estado de alerta máximo", mas ainda "não participam do apoio de defesa às operações da autoridade civil"

Soldado da Guarda Nacional dos EUA
Soldado da Guarda Nacional dos EUA (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Departamento de Defesa dos EUA transferiu cerca de 1.600 militares do Exército dos EUA para a cidade de Washington, informou o  Pentágono nesta terça-feira (2), depois de várias noites de protestos violentos na capital dos EUA, desencadeados após o assassinato de George Floyd nas mãos de policiais de Minneapolis na semana passada.

"Elementos do serviço ativo são deslocados para bases militares na região da capital nacional", disse o porta-voz do Pentágono Jonathan Rath Hoffman em comunicado, iforma Russia Today.

Ele acrescentou que, embora as tropas estejam em  "estado de alerta máximo", "elas não participam do apoio de defesa para as operações da autoridade civil".

A medida foi tomada um dia depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou o envio maciço de "milhares e milhares de soldados fortemente armados, militares e policiais", com o objetivo de "acabar com a destruição e o incêndio criminoso e proteger os direitos dos americanos cumpridores da lei".

O presidente ameaçou enviar tropas do Exército se os estados e as cidades falharem em impedir os tumultos que estão sacudindo o país. Ao fazer isso, Trump invocou a Lei de Insurreição de 1807, uma lei federal que lhe permite enviar tropas para suprimir desordem civil, insurreição e rebelião.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email