Governo e oposição da Venezuela fazem 'duelo de shows' na fronteira com Colômbia

Dois shows simultâneos marcam nesta sexta-feira (22) uma nova disputa pelo poder na Venezuela, antes da arriscada aposta da oposição de conseguir a entrada de ajuda básica no país, apesar do bloqueio do governo de Nicolás Maduro, que considera a ajuda enviada pelos EUA um pretexto para a intervenção militar

Governo e oposição da Venezuela fazem  'duelo de shows' na fronteira com Colômbia
Governo e oposição da Venezuela fazem 'duelo de shows' na fronteira com Colômbia

247, com AFP - Dois shows simultâneos marcam nesta sexta-feira (22) uma nova disputa pelo poder na Venezuela, antes da arriscada aposta da oposição de conseguir a entrada de ajuda básica no país, apesar do bloqueio do governo de Nicolás Maduro, que considera a ajuda enviada pelos EUA um pretexto para a intervenção militar.

Um evento que promete a presença de várias estrelas, organizado pelo bilionário britânico Richard Branson, está programado para a cidade de fronteira de Cúcuta (Colômbia) com o objetivo de arrecadar ajuda para a Venezuela.

Do lado venezuelano, operários e soldados montavam um palco em que 150 artistas venezuelanos vão se apresentar.

A 300 metros do local do show prometido por Branson, e com grande dispositivo militar, o governo preparava seu concerto, do qual foram divulgados apenas os lemas: 'Para a guerra, nada' e 'Tirem as mãos da Venezuela'.

O show organizado por Branson é apoiado pelo líder opositor Juan Guaidó. O encerramento do evento deve contar com as presenças dos presidentes da Colômbia, Iván Duque, do Chile, Sebastián Piñera, e do Paraguai, Mario Abdo e do chanceler brasileiro de extrema-direita, Ernesto Araújo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247