Hollande e Valls são cotados para primárias do Partido Socialista

O presidente francês François Hollande e o primeiro-ministro Manuel Valls devem participar das eleições socialistas primárias para a escolha do candidato do partido para a corrida presidencial do próximo ano, disse um membro líder do Partido Socialista; comentários de Claude Bartolone, chefe da câmara baixa do Parlamento, ocorrem enquanto as pesquisas sugerem que a dividida esquerda francesa enfrentará derrota nas mãos do candidato de centro-direita ou da líder de extrema direita Marine Le Pen na eleições nos próximos meses de abril e maio

O presidente francês François Hollande e o primeiro-ministro Manuel Valls devem participar das eleições socialistas primárias para a escolha do candidato do partido para a corrida presidencial do próximo ano, disse um membro líder do Partido Socialista; comentários de Claude Bartolone, chefe da câmara baixa do Parlamento, ocorrem enquanto as pesquisas sugerem que a dividida esquerda francesa enfrentará derrota nas mãos do candidato de centro-direita ou da líder de extrema direita Marine Le Pen na eleições nos próximos meses de abril e maio
O presidente francês François Hollande e o primeiro-ministro Manuel Valls devem participar das eleições socialistas primárias para a escolha do candidato do partido para a corrida presidencial do próximo ano, disse um membro líder do Partido Socialista; comentários de Claude Bartolone, chefe da câmara baixa do Parlamento, ocorrem enquanto as pesquisas sugerem que a dividida esquerda francesa enfrentará derrota nas mãos do candidato de centro-direita ou da líder de extrema direita Marine Le Pen na eleições nos próximos meses de abril e maio (Foto: José Barbacena)

Reuters - O presidente francês François Hollande e o primeiro-ministro Manuel Valls devem participar das eleições socialistas primárias para a escolha do candidato do partido para a corrida presidencial do próximo ano, disse um membro líder do Partido Socialista no sábado.

Os comentários de Claude Bartolone, chefe da câmara baixa do Parlamento, ocorrem enquanto as pesquisas sugerem que a dividida esquerda francesa enfrentará derrota nas mãos do candidato de centro-direita ou da líder de extrema direita Marine Le Pen na eleições nos próximos meses de abril e maio.

O partido de centro-direita Les Républicains irá escolher seu próprio candidato no domingo, com o ex-primeiro-ministro François Fillon em posição de vantagem. As primárias socialistas acontecem em janeiro.

A visão de Bartolone contrasta com as mensagens de Valls nos últimos meses de que ele não brigaria com Hollande pela nomeação socialista e de que apenas ficaria caso seu chefe, cujas taxas de popularidade têm sido consistentemente baixas, não ficasse.

Bartolone afirmou querer ver o maior número de candidatos possível, para garantir os vários elementos que a esquerda poderia unir em torno de um candidato.

Ele pediu que Hollande, Valls e o ex-ministro da Economia Emmanuel Macron fiquem, afirmando que o partido se beneficiaria de um grande número de candidatos. Macron fica de qualquer forma como independente.

"Eu quero Valls nas primárias, e eu quero Hollande nas primárias", disse Bartolone a jornalistas ao chegar na reunião política de esquerda ao norte de Paris.

"Eu preferiria que ambos ficassem nas primárias, ao invés de um deles dizer 'É isso, estou fora, então vou me afastar da campanha, vou me afastar dos Socialistas, vou me afastar do que o governo está fazendo', acrescentou ele.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247