Hungria recebe ultimato da União Europeia

Os membros da Comisso ameaam levar autoridades hngaras Justia caso no retirem da nova Constituio leis que limitam a independncia da imprensa, do Banco Central, dos juzes e do Parlamento

Hungria recebe ultimato da União Europeia
Hungria recebe ultimato da União Europeia (Foto: REUTERS/Laszlo Balogh )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências – A União Europeia decidiu elevar o tom contra a Hungria, que adotou uma controversa Constituição no primeiro dia do ano. A Comissão Europeia ameaçou tomar medidas legais caso o país não retire da nova Carta leis que limitam a independência da imprensa, do Banco Central, dos juízes e do Parlamento e ameaçam instalar um regime autoritário. O premier húngaro, Viktor Orbán, garantiu que está "comprometido como os valores europeus e pronto a negociar com a UE".

Nas ruas de Budapeste, a capital vem sendo palco de tumultuados protestos. Jornalistas fazem greve de fome para protestar contra o que consideram o fim da liberdade de imprensa e já chamam Orbán de "Kim do Danúbio" ou "Putin da União Europeia". O jornal austríaco "Der Standard" publicou: "Não é ditadura, mas deixou de ser democracia".

O novo texto adotado deve levar ainda a um aumento da discriminação contra minorias, como ciganos (10% da população) e homossexuais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email