Mundo

Ione Belarra fala em levar Netanyahu ao Tribunal Penal Internacional: 'que seja visto como o que é, um criminoso de guerra’

Ministria de Direitos Sociais da Espanha condenou o “genocídio” e a “limpeza étnica” promovida por Israel na Faixa de Gaza: “não queremos ser cúmplices deste genocídio”

Imagem Thumbnail
Benjamin Netanyahu, Faixa de Gaza e Ione Belarra (Foto: Reprodução I Reuters)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A ministria de Direitos Sociais da Espanha, Ione Belarra, deu declarações fortes em uma entrevista coletiva em meio à um protesto a favor do povo palestino. Ela criticou o “genocídio” e a “limpeza étnica” promovida por Israel na Faixa de Gaza e registrou: “não queremos ser cúmplices deste genocídio”.

Ela fez ainda uma crítica dura à União Europeia e sua submissão aos Estados Unidos. “A Europa vai pagar muito caro por esta hipocrisia, a hipocrisia de pregar direitos humanos no mundo todo e, depois, quando você tem que defendê-los, quando você tem que viver de acordo com eles, não fazer absolutamente nada. A população está estupefata vendo como a União Europeia se submete aos interesses dos Estados Unidos e de Israel”.

Por fim, ela defendeu levar o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ao Tribunal Penal Internacional (TPI). “Podemos fazer algo e podemos fazer hoje mesmo, suspendendo as relações diplomáticas com Israel, aplicando sanções econômicas contra Netanyahu e toda a cúpula política. Também fazer um embargo de armas. E levar Netanyahu ao Tribunal Penal Internacional para que seja visto como o que é: um criminoso de guerra”.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO