Irã descobre novas reservas de petróleo em meio a sanções dos EUA

Enquanto as sanções impostas pelos EUA continuam restringindo o comércio iraniano no mercado global de óleo e gás, o Irã descobre reservas de petróleo ainda inexploradas em seu território. A Companhia Nacional de Petróleo do Irã (NIOC, na sigla em inglês) descobriu petróleo bruto perto da cidade de Abadan, informou o ministro do petróleo do país, Bijan Zanganeh

Irã descobre novas reservas de petróleo em meio a sanções dos EUA
Irã descobre novas reservas de petróleo em meio a sanções dos EUA
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Enquanto as sanções impostas pelos EUA continuam restringindo o comércio iraniano no mercado global de óleo e gás, o Irã descobre reservas de petróleo ainda inexploradas em seu território. A Companhia Nacional de Petróleo do Irã (NIOC, na sigla em inglês) descobriu petróleo bruto perto da cidade de Abadan, informou o ministro do petróleo do país, Bijan Zanganeh.

"Esta é a primeira vez que chegamos ao petróleo bruto dentro da área de Abadan", disse o ministro, sem divulgar informações detalhadas em relação à quantidade das reservas existentes ali.

O anúncio veio depois que a Agência Internacional de Energia (AIE) divulgou um relatório em que afirmou que a produção de petróleo no Irã, limitada por sanções dos EUA, se retraiu a 520.000 barris por dia em dezembro, bem abaixo dos 2,8 milhões referentes a outubro do ano passado.

Em novembro de 2018, o presidente dos EUA, Donald Trump, apresentou um pacote de medidas restritivas visando as exportações de petróleo do Irã. Apesar das sanções, o Irã continuou seus esforços de exploração no setor petrolífero.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247