Irã diz que ao enviar navios petroleiros à Venezuela, obrigou EUA a respeitar as leis

O embaixador iraniano persa na Venezuela destaca que o embarque de petroleiros iranianos para o país sul-americano fez com que os Estados Unidos se submetessem às leis internacionais

www.brasil247.com - Petroleiro iraniano entra em águas territoriais venezuelanas
Petroleiro iraniano entra em águas territoriais venezuelanas (Foto: Reuters)


247 - "O governo violador dos EUA foi obrigado pelo Irã a assumir suas responsabilidades perante os tratados internacionais". Este é o efeito estratégico da chegada dos navios petroleiros na Venezuela, segundo o embaixador persa em Caracas, Hoyatolá Soltani. 

O diplomata persa acrescentou que o Irã conseguiu a vitória que a comunidade internacional e a Organização das Nações Unidas (ONU) desejavam por muitos anos, isto é, obrigar Washington a respeitar suas obrigações estipuladas em convênios internacionais.

O governo de Teerã enviou cinco navios-tanque à República Bolivariana para aliviar a grande escassez de combustível que o país sul-americano está sofrendo como resultado das medidas coercitivas ilegais e unilaterais impostas pelos Estados Unidos, no âmbito de sua campanha de pressão contra o governo legítimo da Venezuela da Venezuela, presidido por Nicolás Maduro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A chegada de petroleiros do Irã ao mar do Caribe, debaixo do nariz dos EUA, para comercializar com a Venezuela, marca o fim do sistema unipolar, afirma uma autoridade iraniana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Três dos cinco navios-tanque, que transportam aproximadamente 1,53 milhão de barris de combustível, já estão nas águas venezuelanas: o 'Fortuna', o 'Floresta' e o 'Petúnia'. Todos chegaram ao país sul-americano escoltados pelas forças armadas venezuelanas. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto isso, o quarto navio iraniano, o 'Faxon', deve chegar às águas venezuelanas nesta quarta-feira, e o último, 'Cravo', está programado para chegar em 1º de junho, segundo a mídia iraniana.

As autoridades venezuelanas apreciaram a ajuda do Irã ao país em meio a sanções e ameaças dos Estados Unidos, destacando que o envio de navios iranianos constitui um grave revés para o presidente dos EUA, Donald Trump, que aumentou os níveis de hostilidade contra os povos independentes e soberanos da Venezuela e do Irã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente venezuelano Nicolás Maduro, por sua vez, elogiou que o envio de navios-tanque iranianos é um símbolo de liberdade e coragem de ambos os países e se tornou um marco de independência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email