Irã diz ter testado novo míssil após críticas dos EUA a programa bélico

O Irã anunciou ter concluído com sucesso um teste com um novo míssil balístico neste sábado (23); apesar da pressão dos Estados Unidos contra o programa bélico do  Irã, o país asiático continua a ampliar o alcance do míssil Khorramshahr, que agora atinge alvos a até dois mil quilômetros de distância

Presidente do Irã, Hassan Rouhani, discursa para a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas 20/09/2017 REUTERS/Eduardo Munoz
Presidente do Irã, Hassan Rouhani, discursa para a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas 20/09/2017 REUTERS/Eduardo Munoz (Foto: Charles Nisz)

Reuters - O Irã informou neste sábado (23) ter testado com sucesso um novo míssil balístico com alcance de 2 mil quilômetros e que irá continuar desenvolvendo seu arsenal, apesar da pressão dos Estados Unidos para interromper isso.

Os Estados Unidos impuseram sanções unilaterais sobre o Irã, dizendo que seus testes de mísseis violam uma resolução da Organização das Nações Unidas, que exorta Teerã a não participar de atividades relacionadas a mísseis capazes de carregar armas nucleares. O Irã diz não ter tais planos.

O Irã informou em seu anúncio neste sábado que o míssil Khorramshahr pode carregar diversas bombas.

A emissora estatal IRIB exibiu imagens do teste do míssil sem informar horário ou localização. As imagens incluíam um vídeo de uma câmera a bordo que a emissora disse mostrar o desprendimento do cone que carrega múltiplas ogivas.

“Você está vendo imagens do bem-sucedido teste do míssil balístico Khorramshahr com alcance de 2 mil quilômetros, o mais recente míssil de nosso país”, informou a TV estatal, acrescentando que este é o terceiro míssil iraniano com alcance de 2 mil quilômetros.

O míssil Khorramshahr foi exibido pela primeira vez em uma parada militar na sexta-feira, onde o presidente Hassan Rouhani disse que o Irã irá fortalecer sua capacidade de mísseis.

 

Conheça a TV 247

Mais de Mundo

Ao vivo na TV 247 Youtube 247