'Irã não deixará Trump acabar com acordo sobre programa nuclear'

Presidente do Irã, Hassan Rouhani, alertou nesta terça-feira, 6, sobre reações não determinadas caso Washington abandone o acordo nuclear com o país; "(Trump) quer fazer muitas coisas, mas nenhuma de suas ações irá nos afetar", disse Rouhani em discurso na Universidade de Teerã transmitido ao vivo na TV estatal; "Vocês pensam que ele pode quebrar o JCPOA (sigla em inglês para o Plano de Ação Conjunto Global)? Vocês pensam que nós e nossa nação iremos deixá-lo fazer isto?"

Iranian President Hassan Rouhani, speaks during a session of the World Economic Forum in Davos, Switzerland, Thursday, Jan. 23, 2014. Leaders gathered in the Swiss ski resort of Davos have made it a top priority to push to reshape the global economy and c
Iranian President Hassan Rouhani, speaks during a session of the World Economic Forum in Davos, Switzerland, Thursday, Jan. 23, 2014. Leaders gathered in the Swiss ski resort of Davos have made it a top priority to push to reshape the global economy and c (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BEIRUTE (Reuters) - O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse nesta terça-feira que não deixará o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, acabar com o acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano, e alertou sobre reações não determinadas caso Washington abandone o acordo.

Trump disse durante a campanha presidencial norte-americana que iria acabar com o pacto fechado pelos iranianos com potências mundiais, sob o qual Teerã concordou em restringir seu problema nuclear em troca de alívio de sanções, descrevendo o acordo como "o pior acordo já negociado".

"(Trump) quer fazer muitas coisas, mas nenhuma de suas ações irá nos afetar", disse Rouhani em discurso na Universidade de Teerã transmitido ao vivo na TV estatal.

"Vocês pensam que ele pode quebrar o JCPOA (sigla em inglês para o Plano de Ação Conjunto Global)? Vocês pensam que nós e nossa nação iremos deixá-lo fazer isto?".

Analistas disseram que os comentários de Trump podem indicar uma linha mais dura dos EUA em relação ao Irã, o que pode dar espaço a conservadores na política iraniana, inclusive rivais de Rouhani.

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, alertou contra quaisquer mudanças no acordo nuclear após comentários de Trump em junho, e disse no mês passado que uma extensão de um regime de sanções dos EUA pode ser vista como uma violação do acordo.

Rouhani ecoou comentários de Khamenei sobre a decisão do Congresso dos EUA no mês passado de aprovar uma legislação para estender o Ato de Sanções ao Irã por 10 anos e facilitar que Washington possa reimpor sanções caso Teerã não cumpra o acordo nuclear.

(Por Bozorgmehr Sharafedin)

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247