Irã retoma negociações sobre programa nuclear

Autoridades do país iniciaram reuniões com a Agência Internacional de Energia Atômica em Viena, na Áustria; "Estamos aqui para prosseguir com nosso diálogo em um espírito positivo", disse o chefe da missão de inspetores da Aeia, Herman Nackaerts

Irã retoma negociações sobre programa nuclear
Irã retoma negociações sobre programa nuclear (Foto: Leonhard Foeger/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - As autoridades do Irã e da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) retomaram hoje (14), em Viena, na Áustria, as negociações sobre o programa nuclear iraniano. Essas são reuniões preliminares que antecedem a principal, marcada para o dia 23, em Bagdá, capital do Iraque. Nos últimos anos, o programa nuclear do Irã é alvo de suspeitas de líderes internacionais, que levantam dúvidas sobre os fins não pacíficos das experiências desenvolvidas no país.

"Estamos aqui para prosseguir com nosso diálogo em um espírito positivo", disse o chefe da missão de inspetores da Aeia, o belga Herman Nackaerts. As negociações entre a agência e as autoridades iranianas foram interrompidas há cerca de três meses, depois do fracasso de duas visitas a Teerã de inspetores da agência das Nações Unidas.

"O objetivo nesses dois dias [de reuniões] é encontrar um acordo para uma aproximação visando a resolver todas as questões em suspenso com o Irã", acrescentou Nackaerts. "É importante que abordemos as questões e que o Irã nos deixe ter acesso a pessoas, documentos e informações e locais que possam ajudar a compreender o projeto [nuclear do país]."

No próximo dia 23, as negociações envolverão o grupo 5+1 (Estados Unidos, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha), integrantes do Iraque e da Turquia, além do Irã. Os iranianos estão sob seis resoluções da Organização das Nações Unidas (ONU) devido ao programa nuclear.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247