Iraque confisca fundos de Saddam Hussein e ex-responsáveis de seu regime

As autoridades iraquianas ordenaram nesta segunda-feira (5) o confisco de todos os fundos do ex-presidente iraquiano, Saddam Hussein, e de sua família, bem como o embargo dos fundos de 4.257 ex-responsáveis de seu regime, informou o Órgão Nacional Supremo para a Prestação de Contas e da Justiça

As autoridades iraquianas ordenaram nesta segunda-feira (5) o confisco de todos os fundos do ex-presidente iraquiano, Saddam Hussein, e de sua família, bem como o embargo dos fundos de 4.257 ex-responsáveis de seu regime, informou o Órgão Nacional Supremo para a Prestação de Contas e da Justiça
As autoridades iraquianas ordenaram nesta segunda-feira (5) o confisco de todos os fundos do ex-presidente iraquiano, Saddam Hussein, e de sua família, bem como o embargo dos fundos de 4.257 ex-responsáveis de seu regime, informou o Órgão Nacional Supremo para a Prestação de Contas e da Justiça (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - As autoridades iraquianas ordenaram nesta segunda-feira (5) o confisco de todos os fundos do ex-presidente iraquiano, Saddam Hussein, e de sua família, bem como o embargo dos fundos de 4.257 ex-responsáveis de seu regime, informou o Órgão Nacional Supremo para a Prestação de Contas e da Justiça. A informação é da Agência EFE.

Segundo a fonte, a decisão inclui os fundos do ex-presidente iraquiano, seus filhos, netos e familiares, além de anteriores encarregados de seu regime como governadores e altos membros do dissolvido partido da Al Baaz e altos chefias do Exército e da Polícia.

No comunicado, a autoridade, que não ofereceu detalhes sobre os bens confiscados e nem apreendidos, explicou que "a lista inclui, além disso, o secretário pessoal de Saddam, Abdelhamid Mahmoud al Khatab al Tikriti.

A nota especifica que no total, o número de pessoas incluídas na lista, chega a 4.257.

O Órgão indicou que os afetados "têm direito a apresentar reclamações ao comitê especial formado pela Secretaria-Geral do Conselho de Ministros para determinar o destino destes fundos apreendidos", e indicou que as "medidas foram tomados consoante os artigos número 5 da lei (72) do ano 2017".

Saddam Hussein, presidente do Iraque entre 1979 e 2003, foi derrubado pelos Estados Unidos e executado em 30 de dezembro de 2006 em Bagdá, após ser considerado responsável pelo massacre de 148 pessoas na cidade de Duyail em 1982.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247