Israel mata 60 palestinos em ataques no Sul de Gaza

Mais cedo, pelo menos 14 pessoas, incluindo crianças e mulheres, foram mortas em outro ataque na Faixa de Gaza

Bombardeio israelense no Sul da Faixa de Gaza
Bombardeio israelense no Sul da Faixa de Gaza (Foto: WAFA)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Mais de 60 pessoas foram mortas em ataques israelenses na cidade de Khan Yunis no Sul da Faixa de Gaza, segundo relatos da agência de notícias palestina WAFA no domingo.

O exército israelense disparou dezenas de foguetes em várias áreas no Leste e centro de Khan Yunis mais cedo no dia, informou a agência de notícias, acrescentando que dezenas de outras pessoas ficaram feridas como resultado dos ataques.

continua após o anúncio

Mais cedo, pelo menos 14 pessoas, incluindo crianças e mulheres, foram mortas nos ataques aéreos israelenses no campo de refugiados de Nuseirat na Faixa de Gaza central, relatou a WAFA.

Espera-se que o número de mortos aumente à medida que as operações de resgate continuam, acrescentou o relatório.

continua após o anúncio

Em 7 de outubro, o Hamas lançou um grande ataque com foguetes contra Israel a partir da Faixa de Gaza e violou a fronteira. Israel lançou ataques retaliatórios e ordenou um bloqueio completo de Gaza, cortando o fornecimento de água, alimentos e combustível. Em 27 de outubro, Israel iniciou uma incursão terrestre na Faixa de Gaza com o objetivo declarado de eliminar combatentes do Hamas e resgatar os reféns.

Na semana passada, o Catar mediou um acordo entre Israel e o Hamas sobre uma trégua temporária e a troca de alguns dos prisioneiros e reféns, bem como a entrega de ajuda humanitária na Faixa de Gaza. A trégua foi estendida várias vezes, mas na sexta-feira, o exército israelense retomou o combate contra o Hamas na Faixa de Gaza, alegando que o grupo violou a pausa humanitária ao abrir fogo em território israelense.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247