Itália apresenta auxílio universal até os 18 anos de cada filho

A medida foi incluída na proposta de lei orçamentária para 2021 e começaria a ser paga em julho do ano que vem

(Foto: ANGELO CARCONI)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(ANSA) - O governo da Itália anunciou nesta segunda-feira (20) um projeto que prevê o pagamento de um auxílio universal de até 200 euros mensais (equivalente a cerca de R$ 1,3 mil) por filho menor de idade às famílias do país.

A medida foi incluída na proposta de lei orçamentária para 2021 e começaria a ser paga em julho do ano que vem.

"Disponibilizamos os recursos para iniciar o auxílio universal para famílias com filhos, que poderá chegar a 200 euros por mês por cada filho, em todas as tipologias de família, a partir de 1º de julho", disse o ministro da Economia, Roberto Gualtieri, em coletiva de imprensa em Roma.

Segundo Gualtieri, de centro-esquerda, o projeto deve custar até 6 bilhões de euros no ano que vem. Considerando o período de seis meses e o valor máximo de 200 euros, isso significaria uma bolsa mensal para cerca de 5 milhões de menores de idade.

O ministro, no entanto, não divulgou ainda os detalhes da iniciativa. Em junho passado, o governo italiano havia informado que o plano era pagar o benefício do sétimo mês de gravidez até o 18º aniversário. Para filhos com deficiência física e mental, o auxílio seria vitalício.

A Itália acumula cinco anos seguidos de queda em sua população e teve em 2019 cerca de 435 mil nascimentos, menor número já registrado pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

Com isso, os diferentes governos que comandaram o país recentemente tentaram criar uma série de programas para incentivar a natalidade, mas nenhum foi suficiente para reverter a tendência.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247