Japão: a terra treme de novo

Terremoto de 7,1 graus chegou at a provocar alerta de tsunami

AE – O Japão foi sacudido por um forte tremor às 11h32 da quinta-feira 7 e um alerta de tsunami chegou a ser emitido, mas posteriormente foi retirado. O tremor ocorre quase um mês depois do devastador abalo e tsunami terem destruído a costa nordeste do país. O Centro de Pesquisa Geológica dos Estados Unidos (USGS, pela sigla em inglês) reviu a magnitude do tremor, de 7,4 para 7,1.

Especialistas disseram que o tremor de hoje foi uma réplica do terremoto de magnitude 9,0 ocorrido em 11 de março. Desta vez o abalo ocorreu a 49 quilômetros de profundidade, na costa da província de Miyagi.

Em Tóquio, cidade localizada a mais de 300 quilômetros do abalo, prédios sacudiram por cerca de um minuto. Em Ichinoseki, vários edifícios balançaram violentamente, derrubando móveis e objetos de prateleiras, mas não houve danos graves ao prédios. Logo depois do tremor, a eletricidade foi cortada e a cidade ficou às escuras, mas os carros continuaram a rodar normalmente e as pessoas se reuniram nas ruas.

Funcionários que trabalham na usina nuclear Daiichi, em Fukushima, receberam ordens para evacuar o local, informou a operadora da unidade, a Tokyo Electric Power Co. (Tepco). "Após o terremoto e o alerta de tsunami, todos os trabalhadores foram para uma área segura. A empresa confirmou que todos os funcionários deixaram a usina em segurança", disse o porta-voz da Tepco.

"Não temos informações imediatas que indiquem qualquer anormalidade na usina", afirmou o porta-voz. A unidade foi afetada pelo terremoto de março, gerando uma crise nuclear, com o vazamento de elementos radioativos.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247