Japão proíbe disribuição de carne bovina de Fukushima

Depois da contaminao de pelo menos 648 vacas, governo interrompe venda de produto proveniente da regio atingida pelo vazamento da usina nuclear

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais – O Governo do Japão proibiu nesta terça-feira a distribuição de carne bovina da província de Fukushima. Pelo menos 648 vacas foram alimentadas com forragem contaminada com césio radioativo em fazendas da região. As autoridades regionais já tinham pedido que deixassem de distribuir carne temporariamente, embora sem uma proibição oficial. Segundo o porta-voz Yukio Edano, o País oferecerá compensações aos criadores de gado.

A forragem de uma das sete fazendas que alimentaram o gado, situada em Motomiya, a 57 quilômetros ao noroeste da usina, continha 690 mil becquerels de césio por quilo -1.380 vezes o limite permitido pelo Governo japonês e a máxima concentração registrada até o momento. O Ministério da Saúde do Japão, no entanto, afirmou que a ingestão de carne com níveis de césio radioativo superiores ao limite fixado não afeta seriamente a saúde. As carnes contaminadas foram distribuídas em pelo menos 38das 47 províncias japonesas, segundo a agência "Kyodo".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email