CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Mundo

João Pedro Stedile, do MST, discursa para o papa Francisco e cita defesa dos direitos humanos

No mesmo evento, Maoz Inon, de Israel, e Aziz Sarah, da Palestina, deram seus depoimentos a favor da paz

Imagem Thumbnail
(Foto: Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Brasil de Fato - João Pedro Stedile, liderança do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), discursou neste sábado (18) para o papa Francisco em evento realizado na cidade de Verona, na Itália. O encontro teve a participação de representantes da sociedade civil, movimentos e associações engajados na construção da paz e contou com a presença de 12,5 mil pessoas.

Em sua fala, Stedile citou o bispo Pedro Casaldáliga, que teve atuação de destaque na defesa dos direitos humanos, em especial das populações marginalizadas. "Malditas sejam todas as cercas. Malditas todas as propriedades privadas que nos privam de viver e de amar", discursou Stedile. Na mesma cerimônia, o papa Francisco abençoou a bandeira do MST.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No mesmo evento, Maoz Inon, de Israel, e Aziz Sarah, da Palestina, deram seus depoimentos a favor da paz. Os pais de Inon foram mortos no ataque de 7 de outubro do Hamas ao território israelense, enquanto Sarah perdeu o irmão no conflito subsequente, que já matou cerca de 35 mil pessoas em território palestino, a maioria mulheres e crianças. 

"A nossa dor e tristeza nos uniram para dialogar para criar um futuro melhor", disse Sarah. Sob muitos aplausos, papa Francisco, mesmo com dificuldades de locomoção, levantou da cadeira de rodas e os abraçou. Ele lamentou a guerra. "Diante do sofrimento destes irmãos, que é o sofrimento de dois povos, não há palavras", disse Francisco. "Que levem o nosso desejo e a vontade de trabalhar pela paz desses dois povos", completou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Edição: Thalita Pires

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO