Joaquín Guzmán, 'El Chapo', é considerado culpado de todos os crimes de que é acusado

O júri do tribunal de Brooklyn, em Nova Iorque, EUA, considerou esta terça-feira que o narcotraficante mexicano Joaquín Guzmán, mais conhecido por "El Chapo", é culpado de todas as acusações de que é alvo e que deve ser condenado a prisão perpétua, informou a Reuters

Joaquín Guzmán, 'El Chapo', é considerado culpado de todos os crimes de que é acusado
Joaquín Guzmán, 'El Chapo', é considerado culpado de todos os crimes de que é acusado (Foto: REUTERS/Edgard Garrido)

Publico e Reuters - O júri do tribunal de Brooklyn, em Nova Iorque, EUA, considerou esta terça-feira que o narcotraficante mexicano Joaquín Guzmán, mais conhecido por "El Chapo", é culpado de todas as acusações de que é alvo e que deve ser condenado a prisão perpétua, informou a Reuters.

Guzmán sentou-se e não demonstrou qualquer emoção enquanto o veredicto era lido, conta a agência noticiosa. Só depois de o júri ter abandonado a sala do tribunal, "El Chapo" e a sua esposa colocaram as mãos no coração e levantaram os polegares.

Os 12 jurados daquela cidade norte-americana consideraram o mexicano culpado por dez crimes, incluindo de tráfico de droga, lavagem de dinheiro, posse de arma ilegal e participação criminal no cartel de Sinaloa, onde foi líder. Todo o esquema de "El Chapo" poderá tê-lo feito lucrar mais de 12 mil milhões de euros (14 mil milhões de dólares), diz a CNN.

Joaquín Guzmán, hoje com 61 anos, fugiu duas vezes de cadeias mexicanas de alta segurança, tendo sido depois capturado em Janeiro de 2016 e extraditado para os Estados Unidos no ano seguinte.

A audiência a 56 testemunhas nos últimos três meses e o julgamento a "El Chapo" tem sido marcado pela descrição "meticulosa" sobre como o cartel traficou droga entre México e os Estados Unidos desde os anos 90.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247