Justiça saudita condena oito pela morte do jornalista Jamal Khashoggi

Tribunal da Arábia Saudita condenou oito pessoas a penas de entre sete e 20 anos de prisão pelo assassinato do jornalista Jamal Khashoggi. Assassinato foi cometido no interior das dependências da embaixada do país em Istambul, na Turquia, em outubro de 2018

Jamal Khashoggi
Jamal Khashoggi (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Um tribunal da Arábia Saudita emitiu decisão final em um caso sobre o assassinato em 2018 do jornalista Jamal Khashoggi, sentenciando oito pessoas a penas de entre sete e 20 anos de prisão, disse a TV estatal Al Ekhbariya nesta segunda-feira.

Cinco pessoas receberam sentenças de prisão por 20 anos, enquanto uma foi condenada a 10 anos e duas pessoas foram sentenciadas por sete anos, segundo a emissora.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email