Kamala Harris: EUA "devem responder" à destituição de juízes em El Salvador

"O Parlamento de El Salvador atuou para minar o principal tribunal da ação, a independência judicial é crítica para a saúde de uma democracia e para ter uma economia forte", disse Harris em um evento virtual do fórum Council of the Americas

Nayib Bukele se aproveitou do apoio que tem do Congresso para atacar o sistema de justiça
Nayib Bukele se aproveitou do apoio que tem do Congresso para atacar o sistema de justiça (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, anunciou que o país "deve responder" aos eventos em El Salvador que levaram à destituição, no sábado (30), dos cinco juízes da Câmara Constitucional da Suprema Corte de Justiça, acusados de decisões "arbitrárias", e do procurador-geral, Raúl Melara, por ser próximo à oposição ao presidente Nayib Bukele. 

"O Parlamento de El Salvador atuou para minar o principal tribunal da ação, a independência judicial é crítica para a saúde de uma democracia e para ter uma economia forte", disse Harris em um evento virtual do fórum Council of the Americas. Ela afirmou ainda que Washington "deve responder".

Com informações do G1.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email