Ladrões que roubaram US$ 40 milhões no Paraguai são brasileiros, diz ministro

Assaltantes fortemente armados invadiram a seda da transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este, no Paraguai, e levaram cerca de US$ 40 milhões; roubo está sendo considerado o maior já registrado no Paraguai. Na ação, pelo menos um policial foi morto e outras quatro pessoas teriam ficado feridas; sede da Prosegur fica localizada a cerca de quatro quilômetros da Ponte da Amizade, no Oeste do Paraná; ministro do Interior do país, Lorenzo Lezcan, afirmou que o crime foi praticado por uma quadrilha formada por brasileiros; polícias do Brasil e do Paraguai estão trabalhando de forma conjunta nas investigações

Assaltantes fortemente armados invadiram a seda da transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este, no Paraguai, e levaram cerca de US$ 40 milhões; roubo está sendo considerado o maior já registrado no Paraguai. Na ação, pelo menos um policial foi morto e outras quatro pessoas teriam ficado feridas; sede da Prosegur fica localizada a cerca de quatro quilômetros da Ponte da Amizade, no Oeste do Paraná; ministro do Interior do país, Lorenzo Lezcan, afirmou que o crime foi praticado por uma quadrilha formada por brasileiros; polícias do Brasil e do Paraguai estão trabalhando de forma conjunta nas investigações
Assaltantes fortemente armados invadiram a seda da transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este, no Paraguai, e levaram cerca de US$ 40 milhões; roubo está sendo considerado o maior já registrado no Paraguai. Na ação, pelo menos um policial foi morto e outras quatro pessoas teriam ficado feridas; sede da Prosegur fica localizada a cerca de quatro quilômetros da Ponte da Amizade, no Oeste do Paraná; ministro do Interior do país, Lorenzo Lezcan, afirmou que o crime foi praticado por uma quadrilha formada por brasileiros; polícias do Brasil e do Paraguai estão trabalhando de forma conjunta nas investigações (Foto: Paulo Emílio)

247 - Assaltantes fortemente armados invadiram a seda da transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este, no Paraguai, e levaram cerca de US$ 40 milhões. O roubo está sendo considerado o maior já registrado no Paraguai. Na ação, pelo menos um policial foi morto e outras quatro pessoas teriam ficado feridas. De acordo com o ministro do Interior do país, Lorenzo Lezcan, o crime teria sido praticado por uma quadrilha formada por brasileiros. 

Segundo a polícia, os assaltantes estavam armados com fuzis, metralhadoras e granadas. Após explodirem a entrada da empresa, a quadrilha trocou tiros com os vigilantes. Após roubarem o dinheiro, os criminosos fugiram para uma cidade vizinha. Na fuga, eles teriam incendiado cerca de 15 carros para dificultar a ação das forças de segurança. A sede da Prosegur fica localizada a cerca de quatro quilômetros da Ponte da Amizade, no Oeste do Paraná.

De acordo com Lezcano, a maioria dos carros empregados no assalto tinham placas brasileiras e uma testemunha disse ter ouvido os assaltantes falarem em português. As polícias do Brasil e do Paraguai estão trabalhando de forma conjunta nas investigações. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247