Líbano acusa Israel de querer justificar mais uma agressão

O ministro das Relações Exteriores do Líbano, Gebran Bassil, disse nesta segunda-feira (1º/10)que Israel está tentando "justificar outra agressão" ao alegar falsamente que há locais de mísseis próximos ao aeroporto de Beirute pertencentes ao Hezbollah, apoiado pelo Irã

Líbano acusa Israel de querer justificar mais uma agressão
Líbano acusa Israel de querer justificar mais uma agressão (Foto: Mohamed Azakir)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Reuters - O ministro das Relações Exteriores do Líbano, Gebran Bassil, disse nesta segunda-feira (1º/10) que Israel está tentando "justificar outra agressão" ao alegar falsamente que há locais de mísseis próximos ao aeroporto de Beirute pertencentes ao Hezbollah, apoiado pelo Irã.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, falando na Organização das Nações Unidas na semana passada, identificou três locais próximos ao aeroporto onde disse que o grupo xiita Hezbollah está convertendo "projéteis imprecisos" em mísseis de precisão.

O ministro das Relações Exteriores do Líbano, Gebran Bassil, falando a embaixadores estrangeiros antes de levá-los em um tour pela área, disse que há "muitas declarações afirmando a posse de mísseis de precisão pelo Hezbollah".

Mas acrescentou: "Isto não significa que estes mísseis estão presentes nas redondezas do aeroporto de Beirute."

Bassil acompanhou os diplomatas, que incluíam enviados russos e iranianos, e jornalistas em uma excursão a três locais próximos ao aeroporto, incluindo instalações do time de futebol libanês Al-Ahed, que Israel identificou como um dos locais.

Em resposta, Netanyahu disse mais tarde nesta segunda-feira que o Hezbollah havia mentido à comunidade internacional. Os diplomatas foram levados ao campo de futebol, mas não a um local subterrâneo adjacente ao local onde a fábrica de mísseis está localizada, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247