Líder das pesquisas para eleição presidencial do Uruguai diz que Lula é preso político

Daniel Martínez é o segundo possível presidente do Cone Sul a dizer que Lula é preso político. Antes dele, o provável novo presidente da Argentina, Alberto Fernández não apenas denunciou a prisão política de Lula como o visitou na cadeia em Curitiba

Daniel Martínez e Lula
Daniel Martínez e Lula (Foto: Divulgação | Felipe Gonçalves/247)

247 - Daniel Martínez, candidato da Frente Ampla e que lidera as pesquisas à presidência do Uruguai com 33% das intenções de voto, afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é mantido como prisioneiro político no Brasil. Martínez é o segundo possível presidente do Cone Sul  a dizer que Lula é um preso político. Antes dele, o provável novo presidente da Argentina, Alberto Fernández não apenas denunciou a prisão política de Lula como o visitou na cadeia em Curitiba. 

"Eu o considero um prisioneiro político”, disse Martínez durante entrevista à AFP. O candidato da Frente Ampla também criticou Jair Bolsonaro e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ao ressaltar que “há valores que Bolsonaro expressa e coisas que fazem com que, obviamente, eu não vou mentir, eu seria hipócrita se dissesse que gosto deles”.

"Também não gosto de Trump. Isso não significa que vamos ter um problema", completou. "Meu dever é procurar melhorar as relações entre os povos”, observou em seguida. Martínez também disse que a violência nos países da América Latina é decorrente da “aplicação selvagem” de políticas neoliberais. “Onde foi a região do mundo em que as políticas neoliberais foram aplicadas de maneira mais violenta? América Latina", disse. “É onde a insegurança e a violência no mundo cresceram mais", afirmou logo depois. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247