Lukashenko diz que vai tomar medidas duras para proteger integridade da Bielorrússia

O presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, instruiu o comando militar do país a usar "as medidas mais duras" para proteger sua integridade territorial, informa a agência de informação local Belta

Aleksandr Lukashenko
Aleksandr Lukashenko (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Alexsandr Lukashenko deu ordem para tomar medidas duras a fim de proteger a soberania nacional e a integridade do país. O anúncio foi feito durante visita ao local de treinamentos militares perto da cidade de Grodno (oeste do país).

Lukashenko ordenou ao ministro da Defesa e ao chefe do Comando Operacional Ocidental para fazerem todos os esforços para "proteger em primeiro lugar a pérola ocidental da Bielorrússia com seu centro em Grodno".

"Com a tomada das medidas mais duras para defender a integridade territorial de nosso país", enfatizou o presidente, citado pela agência.

Além disso, Lukashenko declarou que os eventos no país estão se desenvolvendo de acordo com "o plano das revoluções coloridas" que envolvem um "fator externo".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247