Lula defende criação de estado palestino 'viável' como saída para conflito entre Israel e Hamas

Mensagem foi enviada ao presidente do Comitê da ONU para os Direitos Inalienáveis do Povo Palestino, Cheikh Niang, no Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino

Lula e os conflitos entre Israel e Palestina
Lula e os conflitos entre Israel e Palestina (Foto: Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - No Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) reafirmou o compromisso do Brasil com o direito legítimo dos palestinos à autodeterminação. Em uma mensagem enviada ao presidente do Comitê da ONU para os Direitos Inalienáveis do Povo Palestino, Cheikh Niang, Lula criticou o cerco israelense a Gaza e defendeu a coexistência pacífica entre um Estado viável da Palestina e Israel, com fronteiras seguras e internacionalmente reconhecidas.

"Na ocasião do Dia Internacional da Solidariedade com o Povo Palestino, o Brasil reitera seu firme e permanente apoio ao direito legítimo do povo palestino à autodeterminação", diz Lula na mensagem, segundo a coluna do jornalista Jamil Chade,  do UOL.

continua após o anúncio

"Acreditamos que a paz e a estabilidade na região só serão alcançadas com um Estado da Palestina viável, convivendo lado a lado com Israel, dentro de fronteiras seguras, mutuamente aceitas e internacionalmente reconhecidas", ressaltou mais à frente.

Na mensagem, Lula afirmou que o Brasil acompanha com "grande consternação" o conflito entre Israel e o grupo palestino. "Condenamos, veementemente, o bloqueio imposto a Gaza, o deslocamento forçado e qualquer ato de violência cometido contra a população palestina. A morte de milhares de crianças é particularmente chocante”, diz um outro trecho da mensagem.

continua após o anúncio

Ainda segundo a reportagem, Lula afirmou que o Brasil está à disposição para "contribuir com as iniciativas e esforços em direção a uma paz justa e duradoura entre Israel e Palestina, com base na solução de dois Estados e no direito inalienável do povo palestino à autodeterminação”.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247