Maduro diz a Duque que libertador da Colômbia é Simón Bolívar e não Capitão América

O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, lembrou ao presidente colombiano, Iván Duque Márquez, que o libertador dos povos da América do Sul foi Simon Bolívar, e não o Capitão América.

Nicolás Maduro
Nicolás Maduro (Foto: Telesul)

Sputnik - Na comemoração do bicentenário da Batalha de Boyacá, uma das mais importantes da luta contra o colonialismo espanhol, na quarta-feira (7), um general venezuelano lembrou a declaração de Duque, que destacou a importância crucial dos pais fundadores dos Estados Unidos na independência da Colômbia. 

Maduro não perdeu a oportunidade de comentar as palavras do presidente colombiano. 

No início de janeiro de 2019, durante visita do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, a Cartagena, Duque fez a firmação de que "o apoio dos pais fundadores dos Estados Unidos à nossa independência foi crucial".   

Na ocasião, a declaração dirigida a Pompeo causou uma enxurrada de críticas nas redes sociais, vindo até a se tornar meme.  Internautas começaram a publicar imagens históricas das principais batalhas pela independência da América Latina, com os heróis dos quadrinhos – Capitão América, Super-Homem, Mulher Maravilha e outros.   

"Partilho a indignação do general pelo comportamento de Iván Duque perante Mike Pompeo, que disse que o Capitão América foi o libertador da Colômbia. Talvez isto seja uma piada de mau gosto. Ela pode ter sido apreciada por alguém que gosta do filme do Capitão América ou Homem-Aranha [...] Iván Duque, escute-me [...] Simon Bolívar sempre foi e sempre será o Libertador da Colômbia [...] Querem distorcer a história para nos enganar! Covardes, oligarcas, covardes!", ressaltou o presidente da Venezuela.  

A Batalha de Boyacá de 7 de agosto de 1819 simboliza a libertação de grande parte da América Latina do domínio espanhol, sendo Simon Bolívar o herói nacional da Venezuela.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247