Maioria na Nicarágua rejeita ingerência externa e golpe contra Ortega

Maioria da população nicaraguense rejeita as políticas intervencionistas de outros países para causar um golpe contra Ortega

HispanTV - Na Nicarágua, mais de 70% da população rejeita as políticas intervencionistas de outros países para causar um golpe contra Ortega.  

Esses resultados foram mostrados por uma pesquisa de opinião pública na qual os cidadãos também discordam da aplicação de sanções que afetam a economia da nação centro-americana.  

A última sondagem pela empresa nacional M & R Consultores sobre as perspectivas dos nicaraguenses em relação ao ambiente internacional revelou que 71,2% da população desaprovam diretamente a interferência de países nos assuntos internos da Nicarágua e 86,5% acreditam que o país ele tem o direito de estabelecer relações com qualquer país que julgue apropriado.  

Para o parlamentar sandinista Moisés Absalón Pastora, nenhuma potência estrangeira pode interferir nos assuntos internos da Nicarágua.  A mesma pesquisa da M & R Consultores destaca que 71,9% dos entrevistados discordam da lei  Nica Act, que foi promovida pelo governo dos Estados Unidos como instrumento de ingerência.  

 A empresa de pesquisa M & R Consultores também revelou que 89,5% dos entrevistados consideram que a Nicarágua não representa uma ameaça à segurança de qualquer país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247