Manifestações e greve nacional vão dar o tom em nova semana de protestos no Chile

A Mesa da Unidade Social, que lidera o amplo movimento popular no Chile, marcou para a semana que se inicia novas manifestações e uma greve geral que serão realizadas a partir desta segunda-feira em todo o país

www.brasil247.com -


Prensa Latina - A semana começa no Chile com a expectativa de realização de novas manifestações e greves de protesto.

Vários sindicatos se preparam para a greve, principalmente nos setores produtivos. A expectativa é que essas greves sejam seguidas por passeatas e concentrações nas ruas e praças de todo o país. 

Uma das manifestações terá como motivação o protesto contra a violência de gênero. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Central Unitária de Trabalhadores (CUT) e outras organizações sindicais marcaram uma paralisação nacional e panelaços para a ferça-feira.   

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Comitê da Unidade Social, que reúne cerca de 200 organizações sindicais, sociais, profissionais, estudantis e comunitárias, pediu à população que expresse sua rejeição ao chamado Acordo de Paz e uma Nova Constituição, assinado pelos partidos de direita e alguns partidos de oposição.   

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os partidos progressistas e os movimentos populares consideram esse acordo insuficiente e enganoso, por ser o resultado de negociações que não levam em conta a exigência de convocação de uma Assembleia Constituinte que tenha no povo o poder originário.   

As manifestações e greves desta semana também exigirão que o governo de Sebastián Piñera responda pelas violações aos direitos humanos cometidas por forças militares e policiais nas últimas semanas e que foram denunciadas nacional e internacionalmente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email