Marine Le Pen promete "deixar o comando integrado da Otan", mas não vai abandonar a União Europeia

A candidata de extrema direita disse que deseja sair da Otan, mas que não pretende abrir mão da "aplicação do artigo 5º relativo à defesa coletiva"

www.brasil247.com - Marine Le Pen
Marine Le Pen (Foto: Reuters/Sarah Meyssonnier)


Sputnik - Nesta quarta-feira (13), Marine Le Pen, líder do partido francês Reagrupamento Nacional, afirmou que o país deixará a Otan se vencer no segundo turno das eleições presidenciais.

"Não estamos falando de deixar o bloco, mas de deixar sua estrutura de comando", ex plicou ela.

A líder do partido Reagrupamento Nacional (Rassemblement National, em francês) já instou a retirada da França do comando integrado da Otan, declarando que a estrutura "perpetua a lógica anacrônica e agressiva dos blocos da Guerra Fria".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Le Pen lembrou que a França já teve uma experiência assim, quando em 1966 todas as Forças Armadas francesas deixaram o comando militar integrado da Otan e foi pedido que todas as tropas não francesas da Otan deixassem o país. Paris apenas inverteu a ação e reentrou no comando militar do bloco em 2009, durante a presidência de Nicolás Sarkozy (2007-2012).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A política também defendeu uma "aproximação estratégica" da tan à Rússia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante o primeiro turno, que aconteceu no domingo (10), o presidente incumbente Emmanuel Macron ficou em primeiro lugar com 27,84% dos votos, enquanto Le Pen obteve 23,15%. O deputado de esquerda Jean-Luc Mélenchon não chegou por pouco ao segundo turno, com 21,95% dos votos, e o jornalista Eric Zemmour ficou em quarto com 7,07%.

Os gaulistas e socialistas tiveram o pior resultado na história moderna da França, com Valérie Pécresse, dos Republicanos, conseguiu somente 4,78% da votação, enquanto a socialista Anne Hidalgo se ficou por 1,75%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email