Médico de Michael Jackson pega 4 anos de prisão

Cardiologista foi condenado a pena mxima nesta tera-feira, trs semanas depois de ter sido considerado culpado pela morte do artista, em junho de 2009

www.brasil247.com - Médico de Michael Jackson pega 4 anos de prisão
Médico de Michael Jackson pega 4 anos de prisão (Foto: REUTERS)


Um juiz condenou Conrad Murray, o médico de Michael Jackson, ao máximo de quatro anos de prisão nesta terça-feira, três semanas depois de ele ter sido condenado pela morte do artista, em 25 de junho de 2009, aos 50 anos. "Ele não tem absolutamente nenhum sentimento de remorso", disse o juiz Michael Pastor, depois de fazer um resumo mordaz do caso contra o médico de 58 anos, considerado culpado de homicídio involuntário. O júri havia condenado o cardiologista culpado por homicídio culposo no dia 7 de novembro, mas apenas nesta terça-feira, 29, sairia a sentença exata de Murray.

O júri chegou ao veredicto após pouco menos de nove horas de deliberações. Os promotores retrataram Murray como um médico relapso e irresponsável, que abandonou o astro quando ele estava sob os efeitos mortais do anestésico propofol.

Já os advogados do cardiologista Murray afirmavam que o astro era viciado na droga e matou a si próprio, quando teria tomado escondido de Murray uma dose fatal do anestésico. Murray aceitou ser o médico pessoal de Jackson quando o cantor se preparava para uma série de shows em 2009, que marcariam sua volta aos palcos.

Murray não testemunhou durante o julgamento, mas reconheceu à polícia, na manhã da morte do cantor, que receitou propofol e outros sedativos ao astro. As informações são da Associated Press.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email