México cogita adquirir 24 milhões de doses da vacina russa Sputnik V

O México, que contabiliza 1.541.633 infecções por covid-19, com 134.368 mortes, está mantendo entendimentos para adquirir 24 milhões de doses da vacina russa

Foto de divulgação fornecida pelo Fundo de Investimento Direto Russo com frascos de vacina contra a Covid-19 desenvolvida por um laboratório russo, em Moscou
Foto de divulgação fornecida pelo Fundo de Investimento Direto Russo com frascos de vacina contra a Covid-19 desenvolvida por um laboratório russo, em Moscou (Foto: RDIF/Divulgação via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo do México informou na segunda-feira (11) que entrou em negociações com autoridades russas com a intenção de adquirir 24 milhões de doses da vacina Sputnik V contra a covid-19, que serviria para imunizar 12 milhões de mexicanos. 

O subsecretário mexicano de Saúde, Hugo López-Gatell, indicou em entrevista coletiva que em recente viagem à Argentina conversou com autoridades russas, com as quais discutiu a possível compra do imunizante a ser aplicado em duas doses, informa a Telesul.

“Podemos acabar precisando de até 24 milhões de doses dessa vacina para 12 milhões de pessoas, na medida em que o esquema de vacinação da vacina Sputnik V é com duas doses", disse o funcionário mexicano.

López-Gatell revelou que 87.060 pessoas já foram vacinadas até o momento, todas integrantes do corpo médico, e previu que até o final de janeiro já teriam 100% de cobertura neste setor.

Espera-se que chegue ao México nesta terça-feira um lote de 436,8 mil doses da vacina contra a covid-19 da farmacêutica norte-americana Pfizer, com a qual o governo anunciou que começará a aplicar o produto em idosos.

De acordo com o esquema de idade, as autoridades mexicanas planejam vacinar gratuitamente contra o coronavírus mais de 127 milhões de mexicanos em um período de cerca de dois anos.

Na segunda-feira (11), o México tinha 1.541.633 infecções acumuladas por Covid-19, com 134.368 mortes, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247